sábado, 24 de maio de 2008

UM ROMANCE DE DENÚNCIA

Bom-Crioulo, romance publicado por Adolfo Caminha, em 1895, foi considerado um escândalo entre seus pares. A reação tão negativa à obra tinha uma dupla origem: de um lado, era o revide às posturas críticas adotadas por Caminha, que tanto feriram os grupos literários da época; de outro, a Marinha, que via sua imagem manchada com a história narrada no livro. O tema do livro é um enlace homossexual que resulta num assassinato. Entretanto, a montagem da narrativa utiliza como pano de fundo o cotidiano da Marinha do século 19. Dessa forma, são denunciados, além da perversão sexual a bordo, os excessos da chibata, que, adotada como norma para estabelecer a disciplina entre os marujos, só seria extinta no século seguinte, em evento que a história registrou como Revolta da Chibata. Assim, a história contada no romance faz eco à postura de engajamento proposta pelos naturalistas: o compromisso com a análise, a crítica e a denúncia social.


Leia mais...

Faça exercícios...

Saudações,



Raoni Huapaya.

p.s: para abrir os arquivos, você precisa de um reader de pdf's

5 pitacos:

david santos disse...

Excelente trabalho, Raoni, excelente.
Parabéns.

Tiago Fabres disse...

Valeu Professor, por essa análise, vou divulgar para os outros alunos do PUPT...

thamiris disse...

Nossa muito bom, nunca tinha entrado,ai bateu a curiosidade mais não me arrependi.
Parabéns,você merece o sucesso que tem.

mila disse...

parabens professor
amei a sua iniciativa de fazer esse trabalho
facilitou muito.....

parabens !!!!

vc mereçe

Anônimo disse...

cade o meu resumo do quincas borba?