quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa


do Ministério da Cultura - Tatyana Vendramini

Em 2009, as mudanças previstas pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa - firmado no Brasil em 1990 e aprovado pelo Congresso Nacional em 1995 - entram em vigor em todo o país. Essas modificações têm como objetivo padronizar alguns pontos discordantes, como o emprego do hífen, algumas regras de acentuação e a queda de consoantes mudas. A transição da norma ortográfica atual para a nova será feita durante os três anos seguintes à vigência dos termos do acordo.

O Ministério da Educação, juntamente com os Ministérios da Cultura e das Relações Exteriores, irão fixar orientações para que a sociedade se adapte a essas alterações. Para isso, está aberta uma consulta pública para que os interessados encaminhem dúvidas ou sugestões que poderão ser incorporadas ao decreto que irá regulamentar este processo de transição.

O envio de sugestões pode ser realizado até o dia 1º de setembro, pelo endereço eletrônico

acordoortografico@mec.gov.br.

5 pitacos:

Luisa Azevedo disse...

Não vejo nada de bom nisso.
Será milhões gastos nas editoras, será confuso para as pessoas que aprenderam de outra forma, sobretudo as crianças.

Eu acho que cada nação deveria ter sua identidade na linguagem, ainda que falem o mesmo idioma.


Ah, sim.Sou sua aluna da Contec, Vila Velha no noturno.

Lucy. disse...

le meu blog professoooooor?
num tem nada demais...
mas queria saber oq acha!

"laion" disse...

É? Tudo bem!

Raoní meu camarada, o blog ficou "dahora véi"!!!

Gostei d+ ... parabéns !

Marie Gouze. disse...

É como você disse na aula né professor?
A língua escrita é uma só, porém a que falamos varia geografica, historica, social e culturalmente de uma região, estado e até cidades.

Anônimo disse...

Professor, o sr não estava no aulão?! Pensei que o veria fantasiado de batman! rs
Digão estava ótimo(argh) de homem-aranha. |o)

Manda o material que disse ter sobre pleonasmo e cia?

Obrigada!

Evelyn - Pupt Not2