sexta-feira, 17 de abril de 2009

DIA MUNDIAL DO LIVRO E DOS DIREITOS DO AUTOR

Na próxima quinta-feira (23), Dia Mundial do Livro e dos Direitos do Autor, será realizado o Fórum Comemorativo, promovido pela Troglolíria - Ponto de Leitura com apoio da Fundação Ceciliano Abel de Almeida. O evento terá início às 19 horas, no Salão Rosa do CCJE /UFES.
O fórum tem como objetivo a Formação do Comitê Capixaba do Livro, que entre os propósitos está a criação da Lei Estadual do Livro e Leitura e organização de proposições para as Leis de Incentivo.
O encontro é dirigido a todos interessados na promoção e incentivo à cultura, a entrada é franca.

Clique aqui para INSCRIÇÕES com certificado.

Programação:
19h
Conferência: Fomento cultural e ausência de editores: como transformar um livro em souvenir.
Autor: Raoni Huapaya – é editor independente, professor de língua portuguesa, consultor em projetos de estímulo à leitura da Fundação Ceciliano Abel de Almeida/UFES, coordenador do Ponto de Leitura Troglolíria (concurso organizado pelo Minc) e organizador da pesquisa Retratos da Leitura no Espírito Santo (em andamento).
Resumo: No Espírito Santo, a produção de livros é sustentada por meio de leis de incentivo à cultura. Trata-se de um conjunto de cinco leis municipais que responde por quase a totalidade da editoração e impressão da literatura produzida no estado. Entretanto, a ausência da figura do editor nestas publicações tem causado uma lacuna sem precedentes no processo de mediação e difusão da produção literária local. Neste trabalho, serão apresentados os principais equívocos técnicos – que vão desde a ausência de itens obrigatórios nestas publicações até a inexistência de um plano de distribuição do produto cultural – os números do fomento editorial do Espírito Santo e as consequências da falta de políticas públicas para a leitura e de pessoal qualificado para o livro. Para isso, o texto se vale de critérios quantitativos e de breve apreciação técnica de marcos legais do livro e da leitura para esta abordagem sobre aspectos da economia do livro e da produção literária no Espírito Santo.
Palavras-chave: economia da cultura; economia do livro; políticas públicas do livro; panorama editorial do Espírito Santo

19h30min
Conferência: O papel dos poderes públicos na mediação da instituição literária.
Autor: Orlando Lopes – é poeta, pesquisador, professor e ativista cultural. Nasceu em Perocão, aldeia de pescadores de Guarapari, no Espírito Santo, em 1972. Radicado em Vitória, publicou "Hardcore Blues - Apocalyptic Songs" (1993) e participou de diversas antologias e coletâneas literárias. Licenciado em Letras, Mestrado em Estudos Literários (com dissertação sobre Arnaldo Antunes) e, atualmente cursa doutorado em Literatura Comparada na UERJ (estudando o poema "A Máquina do Mundo", de Carlos Drummond de Andrade).

20h
Convocação: Formação do comitê capixaba do livro, que organizará proposições do livro e leitura para leis de incentivo e de criação de lei estadual do livro e leitura.